A inovação, o investimento e a experiência do setor privado serão vitais se quisermos enfrentar com sucesso as mudanças climáticas e promover um crescimento sustentável e inclusivo. Acreditamos que a mudança climática é uma questão de todos.

A mudança climática é um dos maiores desafios do nosso tempo. Os desafios relacionados estão intrinsicamente ligados à urgente demanda da sociedade por mais energia, aumento do desenvolvimento e da população, e maior crescimento econômico.

A Comissão Global de Meio Ambiente e Energia trabalha em estreita colaboração com as Nações Unidas para facilitar a participação e o envolvimento empresarial nos grandes processos de governança ambiental a nível mundial.

Na ICC, entendemos que a sustentabilidade é o impulsionador central da produtividade e do crescimento dos negócios no século XXI, e, por isso, trabalhamos para definir os negócios responsáveis ​​como o novo padrão e garantir que cada modelo de negócio tenha sustentabilidade em seu core business.

A liderança em sustentabilidade impõe diversas mudanças nas práticas de negócios, mas os benefícios diversos, tanto em questões ambientais quanto em questões sociais e econômicas. Colocar a sustentabilidade em primeiro lugar não só permite que as empresas conduzam a transição para um mundo melhor e mais justo, como também faz sentido comercialmente.

No Brasil, a Comissão está constantemente trabalhando para que o crescimento econômico brasileiro seja permeado por práticas sustentáveis e que o país, dono de uma das maiores biodiversidades do mundo e amplos recursos naturais, seja uma das principais vozes nos grandes debates globais, levando as importantes contribuições e inovações do setor privado.

Principais projetos da Comissão no Brasil

  • Elaboração de um guia sobre a importância da preservação da biodiversidade para o setor privado, que será utilizado pela ICC global em grandes fóruns.
  • Avançar a criação e adoção de políticas e mecanismos para financiamento sustentável no Brasil, juntando empresas, bancos e governo.
  • Apoio à adoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e apoio à permanência do Brasil no Acordo de Paris.
  • Participação do setor privado brasileiro em grandes fóruns como High Level Political Forum da ONU, COP do Clima e COP da Biodiversidade.

Atualmente, o grupo global é presidido por Justin Perrettson, Head of Global Engagements da Novozymes, e vice-presidida por Rajasekar Lakshmanan, Executive President da UltraTech Cement (Índia),  e Gilles Vermot Desroches , Senior Vice President of Sustainability da Schneider Electric (França).

No Brasil, a Comissão é vice-presidida por Celso Fiori, Gerente Senior de Relações Governamentais da BP.

Consulte mais informação sobre o trabalho desta Comissão globalmente em temas de energia, mudanças climáticas e sustentabilidade.

None