A Comissão Global de Concorrência tem a missão de identificar assuntos-chave, nas políticas concorrenciais, que afetam as empresas, buscando apoiar na elaboração e implementação de políticas e leis de concorrência nas diferentes jurisdições em todo o mundo. 

A maior realização recente foi a publicação do ICC Antitrust Compliance Toolkit, destinado a promover a importância dos programas de compliance corporativo em matéria concorrencial. Todos os anos a Comissão organiza uma Mesa Redonda sobre Concorrência em conjunto com a Conferência Anual do International Competition Network (ICN). 

Além disto, a Comissão fornece contribuições às propostas de reforma legislativa no direito Europeu da concorrência, fornecendo a perspectiva de empresas sobre os desenvolvimentos em outras regiões. 

Task forces especializadas ainda acompanham os desenvolvimentos internacionais e oferecem recomendações sobre temas relativos à Comissão, como programas de leniência, controle de fusões, legalidade processual e transferência de tecnologia.  

No Brasil, a Comissão tem tido papel importante também no relacionamento com o CADE. Com o objetivo de sempre melhorar a qualidade técnica da autoridade reguladora, o grupo elaborou um importante Guia de Sugestões de Perguntas para Sabatinas do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) que foi entregue e divulgado entre os Senadores da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal. 

A Comissão brasileira ainda possui um grupo de estudos sobre a concorrência e a economia digital, que está elaborando um white paper para explorar alguns dos principais desafios relacionados às novas tecnologias e seus impactos sobre o direito concorrencial, apresentando recomendações às empresas. 

Atualmente, o grupo global é presidido por Paul Lugard, Sócio do Baker Botts LLP (Bélgica), e vice-presidido por Anne Riley, Antitrust Ethics and Compliance Consultant (Reino Unido), Patrick Hubert, Sócio do Orrick (França), Jennifer Patterson, Sócia do Arnold & Porter (EUA), e Cecil S. Chung, Head of International Antitrust da Yulchon (Coréia do Sul).

No Brasil, a Comissão é presidida por Eduardo Caminati, Sócio do Caminati Bueno Advogados, vice-presidida por Fernanda Esperança, Gerente Jurídica do Mercado Livre, e tem como secretário executivo Guilherme Misale, Advogado do Caminati Bueno Advogados.

Consulte aqui mais informação sobre o trabalho desta Comissão. 

None